Terceira Margem Amazônia, Vol. 2, No 7 (2017)

ETNOMATEMÁTICA E CONSTRUÇÃO NAVAL: SABERES DE GEOMETRIA DE CARPINTEIROS NAVAIS DA AMAZÔNIA

Ligia Francoise Pantoja, Rodrigo Erasmo da Conceição Silva, Dulcilene Freitas Palheta, Silvia Maria Leal Albuquerque

Resumo


Neste artigo apresentamos os resultados de uma pesquisa de campo que trata da Etnomatemática nas regiões ribeirinhas, enfatizando a carpintaria na Construção Naval realizada por moradores da Vila do Itapuá – Vigia/PA. Tal pesquisa teve como objetivo investigar quais saberes matemáticos os carpinteiros navais possuem e aplicam na construção dos barcos e se estes são saberes oriundo da aprendizagem escolar ou Etnomatemáticos, ou seja, gerados, organizados e difundidos na cultura de sua profissão. A pesquisa é de natureza qualitativa e foi realizada em dois estaleiros da Vila do Itapuá através de entrevistas com os mestres carpinteiros e observações durante a construção das embarcações. Obteve-se como resultados a percepção de que o conhecimento matemático dos mestres carpinteiros são oriundos de práticas diárias de seus trabalhos, decorrentes dos erros e acertos trazidos consigo ao longo dos anos de profissão.

Texto Completo: PDF